Paciente diabético e cuidados durante o tratamento ortodôntico

18 de junho de 2018
paciente-diabetico-tratamento-ortodontico
Curso Gratuito de Invisalign

Várias doenças sistêmicas têm manifestações odontológicas como, por exemplo, o diabetes mellitus (DM). Porém nem sempre o próprio paciente sabe da existência da doença ou o profissional está preparado para reconhecer os sinais de doenças sistêmicas na cavidade bucal.

DM é uma dessas doenças sistêmicas com manifestações bucais. É uma doença crônica caracterizada por deficiência parcial ou total na produção de insulina ou por resistência à sua ação. Isso leva à anormalidade nos metabolismos glícidico, protéico e lipídico, que resultam em hiperglicemia, a qual induz múltiplas anormalidades sistêmicas. Ela é classificada em tipo I quando existe a deficiência na insulina ou tipo II quando ocorre uma maior resistência à ação da insulina. Normalmente a tipo I acomete crianças e existe uma destruição das células beta do pâncreas levando a uma absoluta deficiência de insulina enquanto a tipo II acomete, NA MAIORIA DAS VEZES, adultos maiores de 40 anos e está freqüentemente associada ao sobrepeso e obesidade.

As manifestações bucais do DM compreendem infecções nos tecidos periodontais e dentais disfunções de glândulas salivares e maior susceptibilidade a infecção viral e fúngica. A menor produção de saliva acarreta maior susceptibilidade a mucosites, descamações e ulcerações.

Na boca, o sinergismo desses fatores conduz à progressão e aumento da severidade das doenças periodontais. Os tecidos periodontais são as estruturas bucais mais afetadas pelo DM. Na fase inicial predominam a gengivite e periodontite. Se não detectados precocemente, esses problemas podem evoluir para doença periodontal avançada. Puberdade, maior duração da doença, mau controle metabólico e higiene bucal inadequada são fatores que contribuem para progressão e agressividade da doença periodontal. Uma vez que a microbiota periodontal em pacientes com DM é similar à de não-diabéticos, a hiperglicemia e exagero da resposta inflamatória do hospedeiro frente às infecções bucais parecem ser os responsáveis pela maior prevalência desta complicação em diabéticos.

Quando pacientes portadores de DM necessitam de uso de aparelho ortodôntico para correção de algum tipo de maloclusão, alguns cuidados devem ser tomados antes e durante o tratamento ortodôntico para que os efeitos colaterais e os danos aos tecidos periodontais sejam controlados.

Por Luiz Guilherme Maia- Especialista e Mestre em Ortodontia, FOAr-Unesp/SP

Leia o artigo na íntegra

Curso Gratuito de Invisalign
×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

× Como posso te ajudar?